Ferramentas

Como instalar o WordPress

wordpress

Vai começar a usar o WordPress para dar suporte ao seu blog/site? Fez uma ótima escolha. De tempos em tempos, o WordPress vem recebendo atualizações que melhoram sua usabilidade para quem o utiliza. Além de novos recursos serem implementados, a plataforma fica mais simples de trabalhar.

Se você não sabe como instalar o WordPress, mesmo que você não entenda nenhuma linguagem em especial, isso não o impede de usá-lo como base para criar seu site. É muito fácil instalá-lo e você poderá acompanhar no passo-a-passo abaixo com imagens todas as etapas de instalação. Vamos lá?

Observações

É importante deixar avisado que o processo abaixo pode ser diferente dependendo da hospedagem que você utiliza. Algumas hospedagens já vem com um tutorial passo-a-passo de como instalar o WordPress em suas plataformas. Se você usa uma hospedagem especial, consulte no suporte da hospedagem esse procedimento.

Isso acontece porque algumas hospedagens possuem uma interface própria, modificada, algo bem diferente do que você poderá ver nas imagens abaixo.

Mas fique tranquilo. Em geral, o procedimento segue um padrão de instalação que muda pouca coisa no processo. O máximo que você talvez possa fazer seja pular alguns passos desse tutorial. Pois algumas configurações já podem vir pré instaladas com a hospedagem.

Nesse tutorial será mostrado um passo-a-passo para aqueles que não tem uma hospedagem muito sofisticada e precisam instalar o WordPress do zero.

1º Etapa

Só fazer o download do WordPress no site oficial deles. A versão disponível sempre será a mais recente. O download não demora mais do que alguns minutos.

De preferência, salve-o na área de trabalho para você ter uma maior facilidade e rapidez para achar o arquivo baixado.

Também você precisará de um outro programa, o FileZilla. Você pode baixá-lo ao acessar o site oficial. Lá, escolha “Download FileZilla Client

Esse programa servirá para nós podermos enviar o WordPress para o servidor. Instale o FileZilla no seu computador, depois siga para a próxima etapa.

2º Etapa

Com o WordPress baixado e o FileZilla instalado, vamos agora ao nosso servidor. Se você não sabe como acessar acessar o servidor, por padrão, a URL geralmente é seusite.com:2082. Coloque os dois pontos “:” no final da sua URL e depois coloque o número “2082”. Isso serve para qualquer terminação “.com”, “.com.br”, “.net” etc. Ele redirecionará você para o cPanel, a interface onde você pode gerenciar o servidor da sua hospedagem. (Pelo menos, o cPanel é a interface mais comum de uso dos servidores). Ele vai te pedir login e senha. Você precisará desse login e senha fornecidos por quem hospeda seu site. Não adianta tentar admin admin que não funciona. Cada hospedagem te da um usuário e senha de acesso.

Feito login, você está na interface do cPanel. Nesse lugar, você tem o controle do seu servidor. Alguns recursos podem ser limitados dependendo da hospedagem que você usa.

Procure a seção “Banco de dados”, Depois haverá algo como “Banco de dados MySQL” Clique aí.

instalar wordpress

Na nova página, estará escrito “Criar novo banco de dados“, um título enorme.

Dê um nome a esse seu novo banco de dados. Não precisa ser nada complexo. Fique à vontade para dar o nome que quiser. Se estiver em dúvida, chame wordpress mesmo. Depois, clique em “Criar banco de dados”

Na seção “Bancos de dados atuais” estará listado o nome do banco que você acabou de criar. Está algo mais ou menos assim usuariodocpanel_wordpress, se wordpress foi o nome que você usou. “usuario do cpanel” é o nome de usuário (que está sendo usado como um prefixo antes do nome do banco de dados)  que você usa para logar no servidor.

Aí também fica listado outras tabelas de Bancos de dados. Se você quiser criar outra tabela com outro nome, ela aparecerá nessa lista. Se você quiser renomear ou excluir, faça agora. Depois precisaremos dessa tabela, e ela não poderá mais ter seu nome alterado.

Agora que você criou esse banco de dados, precisamos de um usuário que possa acessá-lo. Nessa mesma página, na seção “Usuários do MySQL” adicione um nome de usuário e uma senha (forte) para prosseguirmos.

Quando você criar esse usuário, você poderá ver ele listado na seção “Usuários atuais“.

Por ultimo, na mesma página, na seção “Adicionar usuário ao banco de dados“, no primeiro campo você irá selecionar o nome de usuário que acabou de criar. No segundo campo você irá selecionar o nome do banco de dados que criamos minutos antes.

Clique em “Adicionar

Nessa nova página, você verá um título como esse “Gerenciar privilégios do usuário

Deixe marcado o campo ao lado de “TODOS OS PRIVILÉGIOS”.

Depois, “Fazer alterações“.

Perfeito, agora temos um ambiente para instalarmos o WordPress. Vamos para a próxima etapa.

3º Etapa

Vamos enviar o WordPress que baixamos para o servidor. Mais especificamente para esse banco de dados que criamos antes. Agora que entra o papel do FileZilla.

Antes, extraia a pasta zipada do WordPress.

Abra o FileZilla.

instalando o wordpress

 

em “Host” digite o endereço do seu servidor sem o http://www. porque o FileZilla faz a transferência de arquivos usando o protocolo ftp. Não vamos entrar em detalhes nisso, mas seu endereço ficaria algo como ftp.seuservidor.com

Não precisa inserir ftp no campo, ele faz isso para você.

Digite o mesmo nome de usuário e senha que você usa para logar no servidor (É o usuário e senha que você usa para acessar o cPanel, e não o usuário e senha que você criou anteriormente, pois esse serve para acessar o banco de dados).

Se estiver em branco, deixe como porta 21.

Clique em “Conexão rápida”. É possível que o Firewall pergunte se você quer dar acesso a esse programa. Se houver isso, clique em “Permitir acesso”.

Se tudo foi inserido corretamente, você já conseguirá se conectar ao seu servidor. Caso contrário, ele exibirá uma mensagem de erro em vermelho no alto da janela. Às vezes pode ser só a senha digitada errada. Se o erro persistir, pesquise-o na internet para ver o que está acontecendo.

instalação do wordpress

Vamos entender a interface do FileZilla:

No primeiro bloco é o “Status da conexão”. É nesse lugar que ele vai te dizer se você conseguiu se conectar com o servidor. Quando a conexão for bem-sucedida, o bloco da direita será exibido.

Lembra do nosso WordPress que fizemos o download e extraímos? Procure a pasta extraída e abra-a. Tudo o que houver dentro dessa pasta será listado no bloco abaixo da palavra “Seu computador”. Esse seu arquivo estará no seu Desktop, então procure no seu diretório até achar a pasta do WordPress.

Do lado direito, em “Seu servidor”, desça a tela até achar uma pasta chamada www. Clique nela duas vezes.

Agora temos o seguinte: do lado esquerdo, todo o conteúdo da pasta wordpress está no bloco inferior do nosso computador. Do lado direito, dentro da pasta www do servidor temos todo o conteúdo dela listado no bloco inferior.

Selecione todo o conteúdo do bloco inferior esquerdo e depois clique com o botão direito. Escolha “Upload”.

Ele estará enviando aqueles arquivos mostrado na imagem “wp-admin, wp-content, wp-includes” e os demais arquivos para dentro da pasta www do seu servidor.

Essa transferência de arquivos é listada no campo “Área de transferência”. Isso pode demorar, mesmo se você tiver uma boa conexão.

Orientações:

Esse momento mais importante e delicado do nosso processo. Aqui serão listadas alguns cuidados que você deve ter antes de terminar a transferência.

  • Não é recomendado fazer a transferência por Wi-Fi;
  • Caso o wi-fi seja sua única forma, esteja ciente de que o sinal esteja forte;
  • Não desligue ou suspenda o computador, nem feche o FileZilla.
  • A transferência pode demorar mais ou menos dependendo da sua conexão. Aqui levamos cerca de 7 minutos com conexão Ethernet até a transferência estar concluída;
  • Caso algum arquivo faltar durante a transferência, você terá problemas no futuro. Se isso ocorrer, você vai precisar fazer essa transferência novamente (exemplos: problemas ao instalar o WordPress, instalar um plugin, instalar um tema, instalar uma atualização, etc.).

Quando a transferência terminar, o FileZilla irá te avisar. Basta olhar para a área de transferência.

Feito isso, nosso processo de instalação do WordPress está quase concluído.

4º Etapa

Agora precisamos mexer num arquivo chamado wp-config-sample.php. Para isso, volte no seu servidor, e procure por uma sessão chamada “Arquivos”. Clique em “Gerenciador de arquivos“. Em alguns casos pode estar escrito “ficheiro”.

instalando o wordpress

Ele irá te redirecionar para outra janela. Nessa janela estará seu diretório, todo o conteúdo do WordPress está aí. Ache a pasta “public_html” e clique duas vezes. Esse arquivo estará aí. Clique com o botão direito e escolha “Edit

instalando o wordporess

Nesse editor de código, vamos especificar os dados daquele banco de dados que criamos lá na etapa 2.

Na imagem abaixo, substitua os campos sublinhados pelo nome da sua tabela de dados (incluindo aquele prefixo) e o usuário e senha que você tinha criado. Deixe todas essas informações entre as aspas ‘ ‘.

instalação do wordpress

Feito isso, desça essa mesma tela, e você verá algo como mostrado na imagem abaixo.

instalando o wordpress

Ele está pedindo para você colocar uma chave secreta nesse campo. Para cada um desses campos “put your unique phrase here” há um tipo de chave, uma espécie de mistura de letras e números bem grande. Para conseguir essa chave, abra uma nova guia e copie e cole o endereço sublinhado na imagem no seu navegador.

Com cada chave mostrada lá, você deve copiar e colar nesse campo. Deixe esse código enorme entre as aspas ‘ ‘.

Feito isso salve esse arquivo. Além disso, renomeie ele para wp-config.php apenas.

Digite o endereço do seu site, e siga as etapas de instalação do WordPress. Se não apareceu nada, digite o endereço do seu site /wp-admin/install.php acrescente isso na URL.

5º Etapa

Seja feliz! Siga as etapas de instalação do WordPress e você já terá o configurado para funcionar em seu site.

 

 

Não deixe de Compartilhar!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *