Presença

Como divulgar um site ou marca independente das redes sociais

redes sociais, like,

As redes socais hoje em dia tem uma grande influencia na vida das pessoas. Por outro lado, também são um fracasso ao ajudar uma marca crescer. Você gasta muito dinheiro investindo em publicidade no Facebook por exemplo, mas o retorno que você tem é mínimo, apesar das configurações do público alvo.

Eu conheço muitas marcas, startups e até alguns sites que conseguiram alcançar um grande público na internet, e não dependeram de rede social para evoluir. Isso acontece porque elas não são a única fonte de divulgação na internet. Aqueles que buscam independência são os que tem mais chance de conseguir um bom público, seja um consumidor para a marca, seja um visitante para o site.

Por isso, é importante saber que, quando se trata de marketing, as redes sociais não são a nossa única opção, apenas são um suporte em que possuem muitos usuários ativos. A seguir, vamos entender o contra de usar uma rede social como recurso.

Desvantagens de uma rede social

Curtidas x Clientes

Existem várias redes sociais, mas vamos usar o Facebook como exemplo, já que muitas pessoas estão mais familiarizadas.

Só porque você tem uma página no Facebook e investe em anúncios, você pode até conseguir curtidas. Mas o quão significativo é conseguir curtidas? Se você é dono ou dona de uma marca de artesanato, quando você conseguir curtidas na sua página, o que isso realmente significa para você?

Só porque você tem muitas curtidas na sua página, não significa que você poderá vender e ganhar mais dinheiro com seus produtos de artesanato. Boa parte das curtidas que você consegue na rede social não são “fiéis” à sua marca.

Então, antes de dizer que sua marca é um fracasso porque não tem seguidores no Instagram ou não tem curtidas no Facebook, pense de novo. Todos passam por dificuldades no começo, e seu foco não pode ser conseguir seguidores, mas sim clientes.

Uma marca não pode ter seu valor reconhecido, só porque tem 1.000.000.000 de seguidores ou curtidas, mas sim quantos clientes ela atende e estão satisfeitos com isso. Ou seja, ter curtidas ou seguidores, não significa ter clientes.

O marketing da sua empresa ou site tem que ser muito mais forte para não se restringir apenas aos perfis sociais. O marketing deve ser investido para conseguir clientes, não números.

Atirando para todos os lados

Mesmo que você saiba gerenciar seus anúncios no Facebook, refinar seu público alvo vai te consumir tempo e dinheiro. Ou seja, é como você atirar para todos os lados. Você gasta muita munição, faz muito barulho, e só acerta um ou dois alvos. O que significa que você teve muito gasto na publicidade para conseguir pouco retorno.

É o mesmo que se comparar com os panfletos. Você compra uma tonelada de papel e sai distribuindo nas ruas próximo de onde fica o seu negócio, ou no centro da cidade. Muitas pessoas vão pegar esse papel, e vão jogar no lixo a poucos metros de você.

Confesso que sou desses. Eu evito de pegar os panfletos quando são distribuídos. Pois seja lá o que for, não me interessa no momento. Mas se eu receber o panfleto eu só olho para saber do que se trata e depois jogo no lixo.

Não que panfletos sejam uma estratégia ruim de marketing, desde que saibam ser distribuídos. Vamos supor que vá ocorrer uma balada em poucas semanas. Você é responsável por distribuir os panfletos para divulgar o evento. Qual é o melhor lugar para distribuí-los? Com certeza não é em frente a um asilo.

Mas nesse post o objetivo não é falar de marketing para empresas ou sites, e sim, como ser independente das redes sociais.

Publico offline

Muitas vezes o público que você quer está offline. Ou seja, os seus “verdadeiros” clientes não estão cadastrados no Facebook, a sua fonte de divulgação, ou até possuem cadastro, mas raramente entram na rede social. Ou por falta de tempo, ou porque simplesmente não gosta em particular do Facebook.

É nessas horas que o marketing fora até da internet precisa ser bom. Pois embora aquela pessoa esteja offline, isso não a impede de te conhecer.

Alternativas

Agora que você conhece um pouco sobre como uma rede social te prejudica, vamos a algumas alternativas:

Google meu Negócio

O Google oferece um suporte para aqueles que possuem uma startup e querem divulgar pela internet. Quando uma pessoa busca no Google por algum produto que você oferece, essa pessoa tem boa chance de ser seu cliente, já que não é você quem está indo até o cliente, mas ele está procurando você.

Procure investir um valor baixo para ter um início. Conforme as pessoas forem procurando os produtos que você oferece, aumente o investimento. Essa ferramenta te dá várias dicas sobre como as pessoas se comportam ao pesquisarem no Google.

Parcerias

Parcerias são uma forma muito interessante de conseguir acessos. Não é a forma mais eficaz de evoluir na internet, mas é importante deixar links que possam apontar para o site. Existem vários tipos de parcerias, e isso varia muito entre quem quer ser parceiro e quem está disposto a fechar o acordo.

Uma coisa importante em relação a parcerias é o nicho. Não queira fazer parcerias com um site ou canal que falam de assuntos completamente diferentes. Se você tem um site sobre economia, não vá querer fazer parceria com uma pessoa que tenha um canal sobre receitas de bolo.

Vídeos

Quando um vídeo é bem construído, onde quer que ele seja divulgado, ele chama muito mais atenção do que texto. A interação feita no vídeo pode prender a pessoa e deixá-la mais curiosa sobre o assunto. Por isso, saiba fazer bons vídeos e consiga chamar atenção.

SEO

Saber se posicionar nas buscas também é importante. Como já mencionado antes, o Google meu Negócio é uma boa alternativa para empresas. Já se você possui um site e não pretende usar essa ferramenta, saiba mais sobre SEO e como se posicionar melhor nas pesquisas quando alguém procurar pelo seu conteúdo ou marca.

Paciência

Paciência é parte do processo de divulgação. o trafego virá para seu site lentamente dependendo do quanto você está investindo no Marketing e divulgação. Tenha calma, não desista tão cedo, em breve você conseguirá um público que visite seu site e as fontes de links espalhadas na web.

Com isso espero ter ajudado a abrir os olhos de quem ainda não enxergava as desvantagens de usar as redes sociais, e o eventual perigo que elas podem ser, caso nós tentarmos investir nosso dinheiro em divulgação.

Não deixe de Compartilhar!
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *