Hoje em dia as pessoas são assim: existe um problema, você escreve em seu site um post à respeito desse problema ou assunto do qual muitos tem dúvidas. Essas pessoas acessam seu site, leem o seu post, acham a informação que querem e vão embora.

Não curtem, compartilham, comentam, apenas leem o que querem saber sobre uma dúvida que tinham, e vão embora. É um pouco decepcionante, não? Você ajudou a pessoa com a resposta que ela buscava, mas ela não deixou nada para ajudar você.

É tipo aquele fulano que vai numa festa de alguém só para comer os doces, salgados, o bolo e ir embora. A pessoa não estava nem aí se era aniversário, um dia importante, nem se quer bateu palma (com vontade, alegria, mostrando seu reconhecimento) na hora do parabéns.

É, existem os preguiçosos leitores, existem aqueles que apreciam um trabalho, existem aqueles que elogiam um trabalho e quem teve a ideia, e existem aqueles que até pagam por isso. Então, como fazer com que seus leitores passem de preguiçosos para seguidores ansiosos pela próxima postagem?

Bem, isso não servirá em 100% das ocasiões, mas poderá fortalecer e interessar ainda mais seus seguidores. Está pronto para saber?

Criando a estrutura

Bem, para alguns tipos de assuntos não dá para fazer essa estrutura, pois essa dica vale mais para blogs informativos, educativos, opinativos e demais assuntos que possa ser apresentado um problema.

Vamos criar um problema agora para que possa servir de exemplo.

As consequências que podem ocorrer sem a manutenção preventiva – Esse é o tema.

Primeiro devemos apresentar o problema de forma alarmante já logo no título. logo após, apresente os primeiros parágrafos de forma crítica, introduzindo esse tema.

Em seguida, descreva as causas e consequências (se possível), das mais simples até as mais catastróficas. Mas cuidado: se você abusar disso pode assustar seu leitor e ele pode ir embora. Faça isso de uma forma suave, aos poucos.

Depois de ter apresentado o problema, escrito suas causas e consequências, comece apresentando como resolver tudo isso. explique como evitar a causa, tratar as consequências, e todos os efeitos que isso pode trazer caso isso seja resolvido (ou não).

Tendo como base o tema da manutenção preventiva, vou demonstrar nos próximos parágrafos um exemplo bem resumido do que foi explicado acima.

Títulos

(Versão 1) Saiba como a falta da manutenção preventiva pode destruir um carro, casa, cidade, empresa e até um governo

(Versão 2)  Saiba por que a falta da manutenção preventiva pode ser pior que qualquer prejuízo econômico

(Versão 3) Você sabe a verdadeira importância da manutenção preventiva?

Introdução

Sabe aquele carro que você usa todo o dia para ir trabalhar e raramente faz uma troca de óleo?

Sabe aquele computador que há 10 anos não é aberto para uma limpeza?

Sabe aquela fiação da sua casa que precisa ser substituída mas o improviso funciona e você sempre deixa para depois?

Pois essas pequenas coisas trazem grandes consequências se você não der a atenção necessária.

Mas isso não serve só para seu dia-a-dia. Empresas, grandes ou pequenas, cidades e até governos estão sujeitos a isso.

Causa e Consequência

Imagine uma empresa que distribui internet para muitos, do dia para a noite para de funcionar. A falta de manutenção preventiva dos servidores fez com que eles parassem de funcionar, e consequentemente, os serviços da empresa são interrompidos imediatamente.

Agora os técnicos são informados que houve essa falha no sistema e tem que agir igual enfermeiros em ambulância.

Cada minuto perdido com os servidores fora do ar é um prejuízo de milhões para a empresa. Depois, não culpe a equipe técnica pela demora no reparo. A ignorância dos responsáveis foi maior que o problema em si.

Todos os parceiros que dependem da internet dessa empresa tem seus serviços interrompidos, os usuários que tem planos contratados não podem acessar a internet, e a própria empresa precisa pagar as peças novas para substituir as antigas.

Tudo isso em uma situação de emergência, onde não há previsão para a solução final.

Independente do tempo de ausência, todos aqueles parceiros e clientes do qual pagam a empresa vão cancelar seus contratos. A empresa terá suas ações de mercado desvalorizadas, sua imagem pública será manchada, e deverá pagar milhões ou bilhões como pedido de desculpas para seus parceiros e se reerguer novamente.

Já um governo tem sua imagem manchada de várias formas. Pode ser tanto o governo de uma cidade, estado ou do próprio país.

Se a prefeitura de uma cidade por exemplo, deixar de podar as árvores, isso pode causar problemas e até acidentes futuros. Se uma chuva forte um dia acontecer, essas mesmas árvores e seus galhos podem vir a cair.

Quando esses galhos caem, podem destruir casas, amassar carros, impedir o fluxo do trânsito, entupir bueiros e até machucar as pessoas.

A manutenção preventiva nesse caso, é justamente cortar com frequência as árvores. Fazendo isso, a prefeitura estará salvando a cidade de futuros problemas. Mesmo que uma chuva forte ocorrer, os efeitos serão menores.

Cada tipo de manutenção preventiva, se não cumprida, gera grandes e pequenos impactos de várias formas. No entanto, se bem administrada, gera grandes lucros e poucas perdas.

Solução

A manutenção preventiva não deve ser encarada como um problema, mas como parte da rotina, pois é melhor gastar um pouco de tempo e dinheiro da sua rotina na semana, do que deixar o problema que até então estava na gambiarra, no improviso, acontecer.

A manutenção preventiva deve ser colocada como prioridade para todos, pois se não for dada a devida atenção, além dos prejuízos citados acima, algumas coisas não poderão ser recuperadas. O dano passa a ser permanente.

Um exemplo de um desastre permanente ocorreu em 2015, em Mariana, quando uma barragem que segurava 55 milhões de metros cúbicos (fontes da web) cedeu e devastou cidades, a economia de muitos foi prejudicada, e os estragos ambientais foram enormes.

Tudo isso por falta de uma simples manutenção preventiva que pudesse prevenir a barragem de ceder. Agora a reparação de tudo isso levará anos.

Se você não quer que um desastre assim ocorra com você, já fica o aviso: “É melhor prevenir do que remediar

—————————-

Chegamos até aqui, eu sei que ficou um pouco longo todas essas informações, isso poderia ter até um post próprio, já que esse assunto ainda vai longe.

Mas já deu para ter uma ideia né? Aqui você aprendeu a ter um padrão nas construções de posts, e também a importância da manutenção preventiva.

Utilize essas dicas como um padrão para todos os posts que for fazer, isso dá qualidade no que você escreve, e deixa o público interessado.

Só cuidado com uma coisa: tente não fazer um post muito longo, cheio de informações num único parágrafo, pois isso pode deixá-lo confuso. Defina um foco e desenvolva-o a partir disso.

Outras ideias podem surgir ao longo da sua escrita, mas se isso desviar do assunto principal, apenas mencione no post, às vezes você já pode ter uma ideia do que escrever da próxima vez.

E aí gostou da dica? Comenta aí como você fez seu post!

 

Links úteis:

Deixe o público curioso melhorando seu post

Seja o mestre da postagem e conquiste visitas

Você PRECISA ler este post; ele vai SALVAR SEU EMPREGO!


Há mais de 5 anos está escrevendo e se dedicando a este site. Com paixão pela tecnologia, estuda Sistemas de Informação e nas horas livres pratica programação e outras maluquices da informática.

Não deixe de Compartilhar!
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share